Olhar domingueiro


Nunca fui de dormir até tarde. Isso desde menino e mesmo domingo. Este é um dia em que a nostalgia me pega pelo pé, as ilusões me tomam em seus braços enquanto as lembranças jogam pingue-pongue com o amanhã. É quando me deixo levar por qualquer pensamento aventureiro que esbarre em mim.

   Todo domingo embarco nas palavras e viajo no barco frágil do inesperado. Todo domingo vai ser assim. Ou assado.

   Este é meu Olhar Domingueiro.

HORA DE PEGAR NO GANZÉ – PUBLICADA EM 25/06/2017

CORUJANDO A CORUJA – PUBLICADA EM 18/06/2017

TRISTEZAS EM MANUEL ALEGRE – PUBLICADA EM 11/06/2017

O MOCOTÓ E O SAMBA-ROCK – PUBLICADA EM 04/06/2017

OS ÚLTIMOS DESEJOS DE NOEL – PUBLICADA EM 28/05/2017

A IMPRENSA MARROM E O JORNAL DA MORTE – PUBLICADA EM 21/05/2017

AMOR,DESEJO E PRAZER – PUBLICADA EM 14/05/2017

EM MACAPÁ PAREI – PUBLICADA EM 07/05/2017

SAUDADE,SÓ,SODADE – PUBLICADA EM 30/04/2017

MINHAS MANCADAS TERRÍVEIS – PUBLICADA EM 23/04/2017

A EVIDENTE CLARIVIDÊNCIA DOS ANIMAIS – PUBLICADA EM 16/04/2017

NOS DOMÍNIOS DO DOMINÓ – PUBLICADA EM 09/04/2017

PUTZGRILA, PITIGRILLI SUMIU! – PUBLICADA EM 02/04/2017

BRAGA,BRAGUINHA,BRAGÃO – PUBLICADA EM 26/03/2017

ABDON E O BAIÃO DE DOIS – PUBLICADA EM 19/03/2017

A TEMEROSA CARIMBAMBA – PUBLICADA EM 12/03/2017

MINHA VISÃO DE CADEIRA VAZIA – PUBLICADA EM 05/03/2017

ENCONTRO COM O FOLIÃO SOLITÁRIO – PUBLICADA EM 26/02/2017

BOTOS,UIRAPURUS E O TAMBA-TAJÁ – PUBLICADA EM 19/02/2017

TROCADILHO, AMOR E ÓDIO – PUBLICADA EM 12/02/2017

GERALDO SINCOPADO PEREIRA – PUBLICADA EM 05/02/2017

A FLORESTA QUE CURA – PUBLICADA EM 29/01/2017

ANTÍDOTOS PARA O DESESPERO – PUBLICADA EM 22/01/2017

A CRÔNICA SOCIAL DA MALOCA – PUBLICADA EM 15/01/2017

O TEJO AFOGOU-ME EM POESIA – PUBLICADA EM 08/01/2017

QUEM VAI CANTAR DE GALO EM 2017 – PUBLICADA EM 01/01/2017

FIQUEI PRESO AO NATAL DE DOMINGO – PUBLICADA EM 25/12/2016

O DIA QUE COMI A FRUTA DO DRAGÃO – PUBLICADA EM 18/12/2016

DUAS MÚSICAS, UMA SÓ SAUDADE – PUBLICADA EM 11/12/2016

O VULCÂNICO SUCESSO DE FUNICULI,FUNICULÁ – PUBLICADA EM 04/12/2016

O PORQUÊ DOS PORQUÊS – PUBLICADA EM 27/11/2016

O LADO BOM DA MEMÓRIA – PUBLICADA EM 20/11/2016

É TEMPO DE VIRALIZAR – PUBLICADA EM 13/11/2016

SÚPLICA CEARENSE DE UM BAIANO – PUBLICADA EM 06/11/2016

UMA BANANA PRO DESÂNIMO – PUBLICADA EM 30/10/2016

A OUSADIA NUA DE ELVIRA PAGÃ – PUBLICADA EM 23/10/2016

AMIGO É PARA SEMPRE – PUBLICADA EM 16/10/2016

GUARÂNIAS,RASQUEADOS E ADJACÊNCIAS – PUBLICADA EM 09/10/2016

A FOME REMOVE MONTANHAS – PUBLICADA EM 02/10/2016

GONÇALVES DIAS E NOITES – PUBLICADA EM 25/09/2016

AS AVESSURAS DE DRUMMOND – PUBLICADA EM 18/09/2016

A COLONIZAÇÃO DA LÍNGUA ENROLADA – PUBLICADA EM 11/09/2016

O INIGUALÁVEL JECA PAGODINHO – PUBLICADA EM 04/09/2016

NO EMBALO DA TRISTE BALADA – PUBLICADA EM 28/08/2016

O PLANETA DOS MACACOS RISONHOS – PUBLICADA EM 21/08/2016

UM PAI, DUAS COMEMORAÇÕES – PUBLICADA EM 14/08/2016

O DIA MAIOR DE MESTRE LUCINDO – PUBLICADA EM 07/08/2016

SAUDOSA JAPONA MARROM – PUBLICADA EM 31/07/2016

TRÊS FEIRAS, TRÊS MÚSICAS – PUBLICADA EM 24/07/2016

TODO AMOR VALE A PENA – PUBLICADA EM 17/07/2016

O NEURASTÊNICO DE SUCESSO – PUBLICADA EM 10\07\2016

EU E O ELEFANTE BRANCO – PUBLICADA EM 03/07/2016

O MANTRA MUSICAL DO BOM VIVER – PUBLICADA EM 26/06/2016

O QUE PERGUNTAR A UM ESCRITOR – PUBLICADA EM 19/06/2016

A MARCHINHA QUE GANHOU O MUNDO – PUBLICADA EM 12/06/2016

UIRAPURU, A LENDA E A SORTE – PUBLICADA EM 05/06/2016

O FABULOSO MAGO RUBINO – PUBLICADA EM 29/05/2016

A CANÇÃO DO PAU D’ARCO – PUBLICADA EM 22/05/2016

A PODEROSA VITAMINA F – PUBLICADA EM 15/05/2016

MÃE E AS PIADAS PRONTAS – PUBLICADA EM 08\05\2016

O BOI E O PÉ DE CAJARANA – PUBLICADA EM 01\05\2016

O AVENTUREIRO VILLA-LOBOS – PUBLICADA EM 24/04/2016

SABE A ÚLTIMA DO BOCAGE ?– PUBLICADA EM 17\04\2016

NÉLSON, CAVALO E CAVAQUINHO – PUBLICADA EM 10/04/2016

PINTANCUDA E O GAGO – PUBLICADA EM 03/04/2016

O FRIO PUNHAL DO PRECONCEITO – PUBLICADA EM 27/03/2016

A MÚSICA DA COBRA BANGUELA – PUBLICADA EM 20/03/2016

PERDER PESO DA ALMA? PERGUNTE-ME COMO. – PUBLICADA EM 13/03/2016

O SIMPÁTICO MUNDO DAS SIMPATIAS – PUBLICADA EM 06/03/2016

A BOA E VELHA SOLITUDE – PUBLICADA EM 28\02\2016

O PRIMEIRO WHATSAPP NA LUA – PUBLICADA EM 21/02/2016

A HORA E A VEZ DE MÁRIO FAUSTINO – PUBLICADA EM 14/02/2016

CONSIDERAÇÕES SOBRE O CARNAVAL – PUBLICADA EM 07\02\2016

A VIVA VOZ DE MARIA CALLAS – PUBLICADA EM 31/01/2016

O MISTERIOSO JOÃO SEM BRAÇO – PUBLICADA EM 24/01/2016

EU ME DERRETO PELA DIETA DO SORVETE – PUBLICADA EM 17/01/2016

ACONTECEU EM GRAMADO – PUBLICADA EM 10/01/2016

O PIQUENIQUE DA VIDA – PUBLICADA EM 03/01/2016

NÓS, OS LEONINOS, EM 2016 – PUBLICADA EM 27/12/2015

COMO FAXINAR ALMA – PUBLICADA EM 20/12/2015

NOSTRADAMUS E A MEGA-SENA – PUBLICADA EM 13/12/2015

QUEM QUER SER ESCRITOR? – PUBLICADA EM 06/12/2015

E O BUMBO BATE POR CARTOLA – PUBLICADA EM 29/11/2015

CONFÚCIO E O 72 – PUBLICADA EM 22/11/2015

RECICLA-TE A TI MESMO – PUBLICADA EM 15/11/2015

PELÉ, A ALEGRIA DO POLVO – PUBLICADA EM 09/11/2015

CHORAR PELO LEITE DERRAMADO – PUBLICADA EM 01/11/2015

CAETANO EM VINIL É MIL – PUBLICADA EM 25/10/2015

O DIA EM QUE A COBRA FUMOU – PUBLICADA EM 18/10/2015

MENINO SÍRIO NÃO MORREU – PUBLICADA EM 11/10/2015

JESUS, A ALEGRIA DE BACH – PUBLICADA EM 04/10/2015

O BEDUÍNO BIDU – PUBLICADA EM 27/09/2015

MINHAS DICAS DE REDAÇÃO – PUBLICADA EM 20/09/2015

O HUMOR DOS FALARES PORTUGUESES – PUBLICADA EM 13/09/2015

BILLY E O FILME DA GAFIEIRA – PUBLICADA EM 06/09/2015

REENCONTRO COM JOÃO TERNURA – PUBLICADA EM 30/08/2015

A POLÊMICA DOS PRESOS À LEITURA – PUBLICADA EM 23/08/2015

A BRANCA PAZ DA GARDÊNIA – PUBLICADA EM 16/08/2015

O TOM CINZA DA JUSTIÇA – PUBLICADA EM 09/08/2015

LEMBRANÇAS DE UMA CAMISA – PUBLICADA EM 02/08/2015

A IDADE DO HOJE – PUBLICADA EM 26/07/2015

RONDON E O RIO DA DÚVIDA – PUBLICADA EM 19/07/2015

O AMOR NOS TEMPOS DIGITAIS – PUBLICADA EM 12/07/2015

O HOMEM FELIZ SEM DINHEIRO – PUBLICADA EM 05/07/2015

A TRISTE TIRANIA DA LÉGUA – PUBLICADA EM 28/06/2015

NAPOLEÃO SEM A “BONA” PARTE – PUBLICADA EM 21/06/2015

UM CERTO LUGAR INCERTO – PUBLICADA EM 14/06/2015

NEM TONICO NEM TINOCO – PUBLICADA EM 07/06/2015

ENGULA A GULA SEM BULA – PUBLICADA EM 31/05/2015

BAGAGENS E DESAPEGOS – PUBLICADA EM 24/05/2015

CEM VEZES ANTÔNIO – PUBLICADA EM 17/05/2015

ALEGRIAS E TRISTEZAS DO LOBO – PUBLICADA EM 10/05/2015

MINHA PRIMEIRA DOS BEATLES – PUBLICADA EM 03/05/2015

DE RONDAS E REDONDEZAS – PUBLICADA EM 26/04/2015

MARMELADA QUE É  BOM, NADA! – PUBLICADA EM 19/04/2015

O QUASE ETERNO MIQUELINO – PUBLICADA EM 12/04/2015

COMO DESCOBRIR SUA ESTRELA – PUBLICADA EM 05/04/2015

SIDNEY E O CIRCO DAS DESILUSÕES – PUBLICADA EM 30/03/2015

ESSE TAL DE QUEBRANTO – PUBLICADA EM 22/03/2015

DESAPOSENTANDO O METÓDICO OTO – PUBLICADA EM 15/03/2015

O INDEFINÍVEL BIGORRILHO – PUBLICADA EM 08/03/2015

A IMPORTÂNCIA DOS MAXIXES – PUBLICADA EM 01/03/2015

UMA CERTA SERTANEJA – PUBLICADA EM 22/02/2015

PAIXÃO PELA FLOR DA PAIXÃO – PUBLICADA EM 15/02/2015

A EMOÇÃO DE PAULO EM CASEMIRO – PUBLICADA EM 08/02/2015

A CROCHETEIRA DO TEMPO – PUBLICADA EM 01/02/2015

AMORES DE MORRO E CIDADE – PUBLICADA EM 25/01/2015

A BELA ÍNDIA E O SERTANISTA – PUBLICADA EM 18/01/2015

A MARIA DO INGÁ QUE VIROU CIDADE – PUBLICADA EM 11/01/2015

AS VEZES QUE NÃO FUI A FERNANDO DE NORONHA – PUBLICADA EM 04/01/2014

MINHA LONGEVIDADE DE PINHEIRO – PUBLICADA EM 28/12/2014

FARROUPILHA, BEATLES E A NOTA SÓ – PUBLICADA EM 21/12/2014

O MEMORÁVEL MORRO SINFÔNICO – PUBLICADA EM 14/12/2014

O FABULOSO QUINN – PUBLICADA EM 07/12/2014

A ASTÚCIA DO HUMOR SIMPLES – PUBLICADA EM 30/11/2014

MINHA RESILIÊNCIA DE LEÃO – PUBLICADA EM 23/11/2014

O SEIO TECNOLÓGICO – PUBLICADA EM 16/11/2014

FIEL AOS ENCANTOS DE BRANCA – PUBLICADA EM 09/11/2014

NINGUÉM CONHECE O CORONEL – PUBLICADA EM 02/11/2014

UMA PAISAGEM PARA SE MORAR – PUBLICADA EM 26/10/2014

O CHATO SEM GALOCHA – PUBLICADA EM 19/10/2014

ENCONTRO COM UM DUENDE APAIXONADO – PUBLICADA EM 12/10/2014

A SOLIDÃO DA FLOR DE CACTUS – PUBLICADA EM 05/10/2014

GENTE,CIDADE E CANANGAS – PUBLICADA EM 28/09/2014

AO PÉ DA LETRA – PUBLICADA EM 21/09/2014

LIGAÇÕES HARMONIOSAS – PUBLICADA EM 14/09/2014

O HOMEM,OS ANIMAIS E A POLÍTICA – PUBLICADA EM 07/09/2014

NOSSO CARLITO DAS FRASES – PUBLICADA EM 31/08/2014

CONVERSA COM UM COLIBRI – PUBLICADA EM 24/08/2014

O VINIL DO GILBERT – PUBLICADA EM 17/08/2014

A HISTÓRIA DE UM BOLERO – PUBLICADA EM 10/08/2014

NO FUNDO DO POÇO, AS ESTRELAS – PUBLICADA EM 03/08/2014

PEQUENO CARNAVAL EM JULHO – PUBLICADA EM 27/07/2014

MANEZINHO DO CABO – PUBLICADA EM 20/07/2014

O CAMINHO QUE ME CAMINHA – PUBLICADA EM 13/07/2014

O EFEITO DAS FRASES DE EFEITO – PUBLICADA EM 06/07/2014

PORTOALEGRANDO-ME – PUBLICADA EM 29/06/2014

TI CARRIM – PUBLICADA EM 22/06/2014

CHICO A PORTUGUESA – PUBLICADA EM 15/06/2014

ELÍSIO E A INVISIBILIDADE – PUBLICADA EM 09/06/2014

A VOZ E SEU REI – PUBLICADA EM 01/06/2014

AQUELA CANÇÃO DO GEORGE – PUBLICADA EM 25/05/2014

O MELHOR LUGAR NOS SONHOS – PUBLICADA EM 18/05/2014

LAMPIÃO,COMPOSITOR DE SUCESSO – PUBLICADA EM 11/05/2014

REALIDADE GOLEIA FICÇAO – PUBLICADA EM 04/04/2014

MENINO DO CERRADO – PUBLICADA EM 27/04/2014

SEM ANOS DE SOLIDÃO – PUBLICADA EM 20/04/2014

E VIVA O CANCÃO DE FOGO! – PUBLICADA EM 13/04/2014

JAZZ ALMA ADENTRO – PUBLICADA EM 06/04/2014

O TAL DO IVO BAGUETE – PUBLICADA EM 30/03/2014

A FELICIDADE EM NOITE ILUSTRADA – PUBLICADA EM 23/03/2014

O CÃO NOSSO DE CADA DIA – PUBLICADA EM 16/03/2013

QUANDO O FREVO CAI EM MARÇO – PUBLICADA EM 09/03/2014

ESSE PEDRO BOAS ARTES – PUBLICADA EM 02/03/2014

ALÉM DO QUARTO ESCURO – PUBLICADA EM 23/02/2014

ENCONTRO COM O CONDE DRÁCULA – PUBLICADA EM 16/02/2014

O DOCE SABOR DO JILÓ – PUBLICADA EM 09/02/2014

A QUINTA CARTA DO TAROT – PUBLICADA EM 02/02/2014

O RINOCERONTE E EU – PUBLICADA EM 26/01/2014

AFINAL, É ROLÉ OU ROLÊ? – PUBLICADA EM 19/01/2014

Ó QUE CALOR! – PUBLICADA EM 12/01/2014

A ÁGUIA,A FÊNIX E A ALMA – PUBLICADA EM 05/01/2014

ANO NOVO DE NOVO – PUBLICADA EM 29/12/2013

AS FÉRIAS DE PAPAI NOEL – PUBLICADA EM 22/12/2013

AS CRÍVEIS COINCIDÊNCIAS – PUBLICADA EM 15/12/2013

A ESPANTOSA CULTURA INÚTIL – PUBLICADA EM 08/12/2013

DE REPENTE, FERNANDEL – PUBLICADA EM 01/12/2013

EU TIMONEIRO DE MIM – PUBLICADA EM 24/11/2013

A IDIOTICE DAS BANANAS ASSASSINAS – PUBLICADA EM 17/11/2013

ALEGRIAS E TRISTEZAS DE UMA FEIRA – PUBLICADA EM 10/11/2013

O RISO SARDÔNICO DO SANDOVAL – PUBLICADA EM 03/11/2013

ORA,FAÇA-ME O FAVOR! – PUBLICADA EM 27/10/2013

O PASSARINHO E O TABLET – PUBLICADA EM 20/10/2013

SALVADOR DALI,SALVADOR DE CÁ – PUBLICADA EM 13/10/2013

UM TEMÍVEL PISTOLEIRO NO RIO – PUBLICADA EM 06/10/2013

O CARDÁPIO DE VIVER – PUBLICADA EM 29/09/2013

O CARDÁPIO DO VIVER – PUBLICADA EM 29/09/2013

O CUSTO DO COTIDIANO – PUBLICADA EM 15/09/2013

AQUELES LEVES BEIJOS – PUBLICADA EM 08/09/2013

A MEMÓRIA DA DOCILIDADE – PUBLICADA EM 01/09/2013

MUITO ALÉM DO OLHAR – PUBLICADA EM 25/08/2013

O GEBRIM QUE HÁ EM MIM – PUBLICADA EM 18/08/2013

O DIA QUE PAREI A TARDE – PUBLICADA EM 11/08/2013

A LÍNGUA VIVA DO SANTO – PUBLICADA EM 04/08/2013

O HUMOR DANÇANTE DE CANTINFLAS – PUBLICADA EM 28/07/2013

O PESQUISADOR PESQUISADO – PUBLICADA EM 21/07/2013

CÁSSIA E AS ACÁCIAS – PUBLICADA EM 14/07/2013

ACRÓSTICO, O POMO DA DISCÓRDIA – PUBLICADA EM 07/07/2013

O BRASIL DESCE A LADEIRA – PUBLICADA EM 30/06/2013

ORA DIREIS OUVIR ANÍSIO – PUBLICADA EM 23/06/2013

A TERAPIA DO BOLERO DE RAVEL – PUBLICADA EM 16/06/2013

CORAÇÃO CAÍDO NO ESQUECIMENTO – PUBLICADA EM 09/06/2013

O SAMBA DOIDO DO STANISLAW – PUBLICADA EM 02/06/2013

EU,O GÊNIO E A MUSA – PUBLICADA EM 26/05/2013

HENFIL SÓ! – PUBLICADA EM 19/05/2013

AQUELA FRASE DE CLARICE – PUBLICADA EM 12/05/2013

DA DIFÍCIL ARTE DE CONTAR PIADAS – PUBLICADA EM 05/05/2013

PARA OUVIR A SURDEZ DE BEETHOVEN – PUBLICADA EM 28/04/2013

AS REINAÇÕES E PISCADELAS DE LOBATO – PUBLICADA EM 21/04/2013

ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA DO AMOR – PUBLICADA EM 14/04/2013

EQUILIBRANDO-SE NA LINHA DO TEMPO – PUBLICADA EM 07/04/2013

DALCÍDIO, O HOMEM DO MARAJÓ – PUBLICADA EM 31/03/2013

OS CAMINHOS DE EMÍLIO SANTIAGO – PUBLICADA EM 24/03/2013

UM CÃO CHAMADO CLÁUDIO – PUBLICADA EM 17/03/2013

O VOO INTERROMPIDO DO AZULÃO – PUBLICADA EM 10/03/2013

ISAURINHA E O PÉ DE MANACÁ – PUBLICADA EM 03/03/2013

UM OSCAR PARA OSCARITO – PUBLICADA EM 24/02/2013

PROCURA-SE UM GÊNIO PARA DESEJOS SIMPLES – PUBLICADA EM 17/02/2013

UM CISNE BRANCO NO CARNAVAL – PUBLICADA EM 10/02/2013

NA CURVA DE UM RIO DO XINGU – PUBLICADA EM 03/02/2013

UM VIVA AO GARRINCHA DO PANDEIRO – PUBLICADA EM 27/01/2013

A TABACARIA DO OCIOSO – PUBLICADA EM 20/01/2013

RISCOS E ENCANTAMENTOS DE UMA MADRUGADA CHUVOSA – PUBLICADA EM 13/01/2013

MISTÉRIOS DE UMA PRAÇA DO INTERIOR – PUBLICADA EM 06/01/2013

O PRESIDENTE E A CARICATURISTA – PUBLICADA EM 30/12/2012

NATAL SOLITÁRIO DE UM DESCONHECIDO – PUBLICADA EM 23/12/2012

ASA BRANCA SEM CARTEIRA – PUBLICADA EM 16/12/2012

DAS PROPRIEDADES DO VERBO INTUIR – PUBLICADA EM 09/12/2012

CAUSO DE UM DIÁLOGO INTERROMPIDO – PUBLICADA EM 02/12/2012

NAQUELES TEMPOS DE CARTAS E CARTÕES – PUBLICADA EM 25/11/2012

AS MUSAS E OS MUSEUS – PUBLICADA EM 18/11/2012

A SELVÁTICA SOLIDÃO AMAZÔNICA – PUBLICADA EM 11/11/2012

A VIDA EM AMPLITUDES E DETALHES – PUBLICADA EM 04/11/2012

CAJUÍNA,ESSA FANTÁSTICA DESCONHECIDA – PUBLICADA EM 28/10/2012

AMIGO ALÉM DAS RAÍZES – PUBLICADA EM 21/10/2012

A METAFÍSICA DAS JABUTICABAS MADURAS – PUBLICADA EM 14/10/2012

EU VIAJEI DE TREM – PUBLICADA EM 07/10/2012

VERDADES DE PESCADOR – PUBLICADA EM 30/09/2012

UMA ILHA,COM URGÊNCIA! – PUBLICADA EM 23/09/2012

O BENDITO FRUTO DAS ALMAS GÊMEAS – PUBLICADA EM 16/09/2012

FÉRIAS,FERIADOS E FAROESTES – PUBLICADA EM 09/09/2012

MINHA LEMBRANÇA DE ESTIMAÇÃO – PUBLICADA EM 02/09/2012

NA FLORESTA, COM NAVA E DRUMMOND – PUBLICADA EM 26/08/2012

DO VALE SAGRADO À ILHA DE MARAJÓ – PUBLICADA EM 19/08/2012

AQUELA PEÇA ALÉM DO TEATRO – PUBLICADA EM 12/08/2012

NA ESTRADA DO CANINDÉ COM UM TAL DE LUIZ – PUBLICADA EM 05/08/2012

TRATADO SUPERFICIAL SOBRE O DESAPEGO – PUBLICADA EM 29/07/2012

PAULO BURGOS E A POESIA NO LIVRO DE POESIAS – PUBLICADA EM 22/07/2012

EU,O VUDU E A MULHER MELANCIA – PUBLICADA EM 15/07/2012

PARA MIM,PARA VOCÊ,PARATY – PUBLICADA EM 08/07/2012

FLORADAS NO CERRADO AINDA QUE JULHO – PUBLICADA EM 02/07/2012

MEU ESTILINGUE NA RIO +20 – PUBLICADA EM 24/06/2012

A IMPORTANTE ARTE DE PREVER O FUTURO – PUBLICADA EM 17/06/2012

ERA JUNHO E FAZIA FRIO – PUBLICADA EM 10/06/2012

A PAINEIRA E SUA METAMORFOSE FIXA – PUBLICADA EM 03/06/2012

FRANCISCO APENAS, O CONTADOR DE CAUSOS – PUBLICADA EM 27/05/2012

MORRER DE AMOR – PUBLICADA EM 20/05/2012

O COMPLEXO MUNDO DA SIMPLICIDADE – PUBLICADA EM 13/05/2012)

PIRI, A CIDADE FELIZ – PUBLICADA EM 06/05/2012

A FELICIDADE E O PRAGMATISMO DOS SONHOS –  PUBLICADA EM 29/04/2012

LÉA,ETERNAMENTE LÉA – PUBLICADA EM 22/04/2012

O AMIGO PARA PAULO FREIRE – PUBLICADA EM 15/04/2012

COM A PALAVRA, O SENHOR PALAVRA – PUBLICADA EM 08/04/2012

JURO QUE NÃO VOU MENTIR – PUBLICADA EM 01/04/2012

GRAVITANDO ENTRE O AZAR E A SORTE – PUBLICADA EM 25/03/2012

UM CAVALO MARINHO NO TORNOZELO – PUBLICADA EM 18/03/2012

O DIVERSIFICADO SABOR DAS CORES – PUBLICADA EM 11/03/2012

APENAS UM DOMADOR DO PAVOR – PUBLICADA EM 04/03/2012

A GRANDE ARTE DAS PEQUENAS TAREFAS – PUBLICADA EM 26/02/2012

NÃO ME LEVE A MAL, TUDO É CARNAVAL – PUBLICADA EM 19/02/2012

POR QUEM GEME O CARRO DE BOI – PUBLICADA EM 12/02/2012

O ESPÍRITO, O CÉREBRO E O PODER DA MÚSICA – PUBLICADA EM 05/02/2012

DE SORTE, COINCIDÊNCIAS E FATALIDADES – PUBLICADA EM 29/01/2012

MEMÓRIAS DO OLFATO – PUBLICADA EM 21/01/2012

A PEQUENINA FLOR DOS ANDES – PUBLICADA EM 14/01/2012

A FANTÁSTICA MÁGICA CONCEIÇÃO – PUBLICADA EM 08/01/2012

ESSAS SIMPÁTICAS SIMPATIAS – PUBLICADA EM 01/01/2012

EU,MÁRIO DE ANDRADE E UM CERTO PERU DE NATAL – 25/12/2011

DIÁLOGOS – PUBLICADA EM 18/12/2011

SONHOS DE CONSUMO E IMATERIALIDADE – PUBLICADA EM 11/12/2011

O GRANDE LANCE DO ROMANCE – PUBLICADA EM 04/12/2011

ELIS REGINA NAS ASAS DA PANAIR – PUBLICADA EM 27/11/2011

ESQUADRINHANDO LINHAS DIVISÓRIAS – PUBLICADA EM 20/11/2011

DOMINGO NO PARQUE – PUBLICADA EM 13/11/2011

MEU DIA D DE DRUMMOND – PUBLICADA EM 06/11/2011

SABOROSO TEMPERO DA FOME – PUBLICADA EM 30/10/2011

O INUSITADO HOMEM NO MONOCICLO – PUBLICADA EM 23/10/2011

O TEMPO E A SOLIDÃO DO CRONÔMETRO – PUBLICADA EM 16/10/2011

COMO FAZER O RETRATO DE UMA PRAIA – PUBLICADA EM 09/10/2011

OUVIDO A MÚSICA QUE ME ESCUTA – PUBLICADA EM  02/10/2011

MEU QUASE ENCONTRO COM QUINTANA – PUBLICADA EM 25/09/2011

ORA DIREIS OUVIR PRIMAVERAS – PUBLICADA EM 18/09/2011

O HUMOR NOS TEMPOS DO CÓLERA – PUBLICADA EM 11/09/2011

BREVE TRATADO SOBRE A SOLIDÃO DOS CAMELOS – PUBLICADA EM 04/09/2011

O MOINHO DOS DIAS – PUBLICADA EM 29/08/2011

SEGREDOS DO MEDO E DO DESEJO – PUBLICADA EM 21/08/2011

MEU ENCONTRO COM DOLORES DURAN – PUBLICADA EM 14/08/2011

À PROCURA DO LIVRO DA VIDA – PUBLICADA EM 07/08/2011

A DELICADEZA NO TEMPO CERTO – PUBLICADA EM 31/07/2011

NO TEMPO DAS CHARRETES – PUBLICADA EM 24/07/2011

A CABRA, LAMARQUE E A NOSTALGIA – PUBLICADA EM 17/07/2011

OS LUGARES QUE ME VIRAM – PUBLICADA EM 10/07/2011

OS INVERNOS DE MIM – PUBLICADA EM 03/07/2011

MINHA VIDA NÃO DARIA UM FILME – PUBLICADA EM 26/06/2011

UM NOVO VERBO A SER CONJUGADO – PUBLICADA EM 19/06/2011

JÁ QUE A VIDA QUIS ASSIM – PUBLICADA EM 12/06/2011

NÃO TENDO A VERGONHA DE SER FELIZ – PUBLICADA EM 05/06/2011

O JOVEM, O SKATE E O ZÉ – PUBLICADA EM 29/05/2011

CONTATOS AMIGOS – PUBLICADA EM 22/05/2011

A INSÔNIA DOS JUSTOS – PUBLICADA EM 15/05/2011

* Imagem extraída do blog http://thiagopeixoto.com.br/admin/?m=201007&paged=3

3 Respostas para “Olhar domingueiro

    • Muito bacana, TCris, gostei da poesia e da associação!

      As caminhadas, mesmo sendo num mesmo trajeto, revelam novidades, principalmente quando estamos em contato com a natureza, sempre mutante…

      ” Se as portas da percepção estivessem limpas, tudo pareceeria ao homem tal qual é: infinito.” (William Blake).

  1. Guido,

    seu olhar domingueiro me fez pensar nas minhas caminhadas até o parque do Ibirapuera. Mais que simples exercício físico, também procuro exercítar o espírito e me torno mais contemplativa. Assim, observo pássaros, flores, acompanho a dança das águas na fonte do lago. Neste último domingo, acompanhei de perto 2 galos-da-campina (pássaros que diferem do cardeal apenas pela falta da crista) mas que são tão belos quanto. Ambos estavam pousados num ipê branco (ainda sem flores), e bicavam os brotinhos das folhas e em seguida, afiavam o bico no galho. Um deles, mais próximo de mim começou seu trinar discreto, o que me animou e tentei fazer o mesmo assobiando. Ele me respondeu umas 3 vezes, antes de repentinamente voar prá outra árvore, acompanhado pelo seu par. É isso aí. Cada caminhada, uma viagem, um olhar. Beijos, Wanessa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s